Juros globais em alta e riscos fiscais pressionam taxas futuras

Enquanto a tramitação da ‘PEC das Bondades’ tem prosseguimento no Congresso Nacional, a piora na percepção de risco fiscal fez os participantes do mercado exigirem prêmios de risco ainda mais altos, em especial no mercado de juros, onde as taxas futuras se ajustaram em alta firme. O Ibovespa terminou em queda leve e o dólar ficou praticamente estável, em um pregão de liquidez reduzida, na ausência do referencial de Nova York, onde os mercados ficaram fechados devido a um feriado. Já possui cadas